Este blog é dedicado para a documentação das lutas femininas na Europa atualmente. Reportamos experiências das lutas que a Caravana Feminista encontrou em seu caminho, enquanto cruzava a Europa desde 6 de Março no Curdistão até 17 de Outubro em Portugal.

No mapa acima, você pode ver nosso caminho e as diversas paradas que a Caravana fez. Cada parada foi organizada por coletivos locais, tanto da Coordenação da Marcha Mundial das Mulheres, como por grupos locais que atenderam ao nosso chamado (leia mais sobre isso aqui).

Um dos objetivos da Caravana foi documentar as lutas das mulheres (veja outros objetivos aqui). Este trabalho leva bastante tempo, e os artigos, vídeos e sons encontrados no blog não mostram todas as experiências que encontramos. Iremos continuar a alimentar este blog nas próximas semanas e meses : Seja paciente e nos visite sempre !

———————————————————————————————————————————————————–

Porque há demasiadas opressões que dividem as mulheres e as lutas das mulheres no mundo e devemos unir as nossas lutas, reivindicações, realidades e estratégias à escala local, regional e global.

Porque não há recursos suficientes à disposição das mulheres para que se conheçam as nossas histórias de opressão e resistência e, por isso, devemos documentar as nossas próprias vidas para resistir juntas!

Porque devemos visibilizar as alternativas de vida e de resistência ao capitalismo e à realidade patriarcal, criadas por mulheres que insurgem a sua voz para afirmar alto e claro “um mundo melhor é possível!”

Porque a pobreza, a xenofobia, o racismo, a crescente perda e privação dos nossos direitos, a austeridade, o aumento do fascismo, tornam a vida para as mulheres inviável e devemos visibilizar estas opressões transversais para poder unir e fortalecer as nossas resistências e lutas de libertação.

Porque a nossa diversidade é a nossa força. Temos que continuar a trabalhar em solidariedade, comunicando as nossas alternativas feministas ao mundo e às companheiras do nosso movimento, construindo as nossas redes e fortalecendo as nossas alianças e as nossas práticas políticas feministas.

Nenhuma mulher será livre até que todas sejamos livres!

Resistindo à violência patriarcal, normalmente entendida como legítima e natural e agravada pelas desigualdades de classe, raça e nacionalidade, nós pretendemos construir uma economia de base feminista e solidária que transforme o actual modelo de produção e reprodução, distribuição e consumo, e que reconheça e valorize o trabalho doméstico e dos cuidados como crucial para a sustentabilidade da vida humana.

Nós uniremos as lutas das mulheres com a luta pela soberania alimentar. Afirmamos que a auto-organização de mulheres é a nossa estratégia para empoderar as mulheres como sujeitos políticos construindo uma força global em aliança com os movimentos sociais que partilham a nossa luta anticapitalista e antipatriarcal por uma sociedade com base nos valores de liberdade, igualdade, justiça, paz e solidariedade.

A caravana, através das nossas realidades como mulheres de diferentes idades, raças e classes, irá unir as mulheres que resistem contra a misoginia, austeridade, fascismo, patriarcado e todas as formas de violência contra as mulheres, incluindo a pobreza, na Europa.

4 thoughts on “

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *